Percy Jackson - A Maldição do Titã


Pra mim esse foi o melhor livro pois não teve enrolação e foi bem direto ao ponto. Tudo foi bem desenvolvido, pesar de claro, nem tudo ser perfeito. Esse livro é aquele que te cativa a ler mais e mais e se não me engano, foi o que eu li mais rápido.


Nesse livro surge vários personagens que vão ser muito importantes pra história daqui pra frente. Rachel, Nico, Bianca, Ártemis...
Tudo começa no inverno quando eles descobrem meio sangues em uma escola um pouco diferente. Eles são atacados pelo diretor e salvos pela deusa Ártemis junto com suas caçadoras. Nisso também conhecemos a Zoe que é meio que a caçadora chefe. E tudo vai se desenrolar em volta disso, Ártemis desaparece depois que foi atrás de um tal de General que está comandando o exercito de Cronos. As caçadoras Zoe, Bianca (Filha de Hades e recém caçadora), Annabeth, Grover, Percy, Tayson e Thalia vão à busca de Ártemis e vão tentar descobrir quem é essa tal de General.
Muitas lutas acontecem e situações se desenrolam, conhecemos mais deuses como Apolo, Nico filho de Hades e irmão de Bianca entra também em cena. O Nico é um personagem que vai fazer muita diferença porque ele é filho de um dos três grandes e a tal da profecia atormenta cada vez mais todo mundo.


Espero que tenham gostado, me siga nas redes sociais, entra lá no Pixel Mix e curte a página do blog clicando aqui.

Mirai Nikki


Se teve um anime que eu não gostei foi Mirai Nikki. Eu enrolei muito pra terminar esse anime. Eu comecei a ver por que queria um anime rápido e que como todo mundo falava que era bom peguei pra testar. Eu achei a história super confusa e só no final que fui entende alguma coisa.




Os personagens cada um com o seu mirai nikki que reflete um pouco da sua personalidade, alguns foram bem desenvolvidos outros nem um pouco como o próprio personagem principal.


Deus no mundo de Mirai Nikki está morrendo e precisa de um sucessor. Ai esse deus teve a brilhante ideia de realizar um jogo mortal entre 12 pessoas pra decidir quem ficará em seu trono. Todos tem seus celulares transformados em diários do futuro, pesar de 4 terem seu Mirai Nikki diferente.


A Yuno que é uma das personagens principais tem um amor sádico pelo Amano. A Yuno é uma psicopata de parca maior já que em um mundo paralelo ela se torna Deus e volta no passado pra viver de novo com o seu "amor", criando assim várias linhas temporais. Ela é a Segunda.
Diário do Yukiteru: É um diário que a Yuno usa para perseguir Yuki descobrindo tudo o que ele faz a cada 10 min. O diário só grava informações a respeito do Yuki, mas são baseadas no ponto de vista da Yuno, então normalmente elas são super exageradas.


Amano é o personagem principal mais tapado de todos. Ele bate o record de muitos animes que tem personagens principais babacas. Ele depende muito da Yuno que é uma sádica. Ele primeiro.
Diário do Acaso: Ele possui a habilidade de coletar todas as informações ao redor. Esse diário é o que prevê mais informações dentre todos, mas o diário não mostra previsões sobre ele mesmo o que pode custar sua vida.


Takao Hiyama - Diário do Assassino - Terceiro: O diário grava informações sobre os futuros assassinatos de Hiyama Takao ao mostrar o local e que tipos de métodos foram usados para capturar o alvo.


Keigo Kurusu - Diário da Investigação - Quarto: Como um detetive, ele usa o diário para propositos investigativos. O campo de previsão é limitado ao distrito de Sakurami onde ele trabalha.


Reisuke Houjou - Diário da Hipervisão - Quinto: Seu diário é um caderno de desenho infantil que lhe mostra futuros acontecimentos que acontecerão durante o dia, ou seja seu diário lhe mostra 3 desenhos por dia que prevem acontecimentos importantes na manhã, na tarde e na noite. Seu defeito é o grande intervalo de tempo que há entre cada previsão, pois só há três relatos por dia.


Tsubaki Kasugano - Diário da Clarividência - Sexto: O diário é um pergaminho que permite que o portador monitore o futuro de todos os seus seguidores, lhe permitindo um certo tipo de controle sobre eles.


Marco Ikusaba e Ai Mikami - Diário da Troca - Sétimo: São dois celulares que permitem que seu portador preveja o futuro do outro portador, ou seja, Marco prevê o futuro de Ai e, Ai prevê o futuro de Marco. Assim, os dois podem proteger um ao outro.


Kamado Ueshita - Diário Servidor - Oitavo: O diário servidor permite que, a partir de um site de blogs criado pela portadora, possa criar outros portadores de diários, ou seja, produzir um pequeno exército de portadores de diários do futuro. 


Minene Uryuu - Diário da Fuga - Nono: Como uma terrorista, ela usa seu diário do futuro para escapar prevendo as possíveis rotas de fuga.


Karyūdo Tsukishima/ Hinata Hino - Diário da Criação - Décimo: Permite que crie e adestre um grupo de cães assassinos, utilizando comandos de voz para controlá-los. A fraqueza desse diário é que o portador precisa de muita concentração para realizar os comandos, ficando vulnerável.


John Balks - Diário "O Observador" - Décimo Primeiro: Esse diário permite 'espiar' os outros diários, não importando qual seja. Sua única fraqueza são os não portadores de diário, pois só prevê quem possui o diário do futuro.


Yomotsu Hirasaka - Diário da Justiça -  Décimo Segundo: Como ele é cego, usa um Gravador de voz como diário. O diário da justiça mostra a ele quais boas ações devem ser feitas no futuro.  z

Gente isso daqui foi um resumão do anime junto com uma resenha que eu fiz. Nem sempre nós gostamos de um anime e temos que respeitar a opinião do outro.
Espero que tenham gostado, me siga nas redes sociais, entra lá no Pixel Mix e curte a página do blog clicando aqui.

Viver livremente


Eu sempre tive uma cabeça liberal e madura para minha idade. Acho que sou assim porque tive pessoas legais e certas para me mostrar o mundo do jeito certo. Fazer loucuras, se arriscar, correr riscos, apaixonar, desapaixonar, decepcionar..., tudo isso faz parte da vida. Se você não vive isso, sua vida não é completa.
Mesmo não vivendo determinadas situações, eu vi o que certas pessoas passavam nessas situações, as consequências de determinadas atitudes, e eu fui inteligente o suficiente absorvendo essas experiências delas pra mim e transformando em boas lições.
Os meus pais são do tipo conservadores e sempre tiveram aquela idealização da filha perfeita, o que não é bem assim. Sempre me privaram de determinadas coisas por causa de ser garota e eu sempre lutei contra isso. E não é atoa que sou Feminista. Pesar disso tudo nunca de respeitei eles, mesmo sempre lutando contra isso. Com o tempo mostro a eles que eu sempre fui diferente e que não aceitava determinadas restrições pelo meu gênero. É uma coisa que aprendi, que eu moldo eles com o tempo e não na força, porque nada na força da certo. Quando comecei a sair eles viram que a filhinha deles estava indo embora e que a partir dali eu ia seguir o meu caminho, e que eles não iriam mais direcionar a minha vida. Os pais precisam entender que criar filho é pra mundo e não pra si.
Tudo é feito de escolhas. Então presta atenção e tenta fazer a escolha certa, e se não conseguir volte e tente novamente. Sei que tem erros que não podem ser mudados, então seja como a água e contorne-os. Não tenha medo do mundo porque ele não tem medo de você. Claro que não é pra sair fazendo merda por ai. Saiba se conduzir e por respeito. Tenha cabeça feita pras coisa, mas se mesmo sabendo dos riscos e você quiser arriscar, então pega e arrisque-se e prove do veneno. Aí sim, você vai saber que se aquilo realmente é certo ou não.
Sempre tem aquele desejo louco lá no fundo do peito que você quer realizar, mas só não fez porque talvez não seja certo visto pelos seus pais ou pela sociedade. Pode parecer rude, contudo mande um foda-se e faça.
Viva e ganhe experiência, pois você só a ganha saindo e metendo a cara. Sei que parece um pensamento louco, de pessoa que parece surtada, mas isso é um fato. Quando alguém te perguntar alguma coisa seja firme e passe por cima daquilo que você tenha medo, se supere.

Eu queria ser...


Dizia bem Renato Russo, " O que você vai ser quando você crescer...", e um belo dia de tanto escutar isso, eu verdadeiramente tive que dar uma resposta que satisfizesse a minha vontade e que as pessoas aceitassem. Sei que é errado basear seu sonhos no que as pessoas querem e dizem, e não escuto mais o que elas falam pra mim. Eu ainda não tenho absoluta certeza se sou capaz de chegar onde eu quero, mas não vai ser por falta de esforço.   
Eu sempre me imaginei em um palco com um violão cantando. E até hoje me imagino ali fazendo que mais gosto. A música faz parte de mim. Não me vejo sem ela. Queria ser um astro do rock como se eu soubesse muita coisa pra isso. Minha imaginação rola solta e não me prendo ao mundo real, e por isso se não me encontrar aqui estarei provavelmente enfrentado algum monstro. Vivo fugindo da realidade em busca do meu verdadeiro lar. Não sei ao que pertenço. A cada história que leio eu me vejo num mundo diferente com amigos diferentes e é ali que eu quero estar. Não faz mal sonhar com aquilo que acredita. 
Bom, essa era eu há uns dois anos atrás. Hoje eu tenho um pensamento totalmente diferente do que eu tinha naquele tempo. Eu sou uma pessoa livre e sei o que quero. Não sou mais aquela garotinha perdida que não sabia onde estava, não se encaixava em lugar nenhum.
Todos dizem que eu tenho a síndrome do Peter Pan, não quero crescer. Eu tenho essa sede de viver intensamente a minha vida. Hoje me encontro em vários lugares com pessoas diferente em momentos diferentes. Eu sou assim um eterna mutante.
Sempre quis mostrar ao mundo pra que eu vim, pesar de antes eu ter me preguntado várias vezes o porque de estar aqui, mas quer saber eu não me importo mais. não to nem ai o que as pessoas vão dizer pra mim, já me importei de mais com elas. Tem uma hora que cansa e eu cansei de viver presa no meu mundo.
Outra coisa guardada é a vontade de conhecer o mundo e me aventurar por ele. Quero me sentir livre, correr pela praia, andar na areia e sentir o vento em meu rosto. E no fim de tarde pegar meu violão, subir em uma pedra e ver o sol se por no horizonte. À noite ver as estrelas deitada em uma rede balançando junto com a brisa.
Me perguntam o porque de tirar tanta foto. A resposta é simples: quero levar para eternidades momentos bons que por mais falsos ou escrotas, eu vivi aquilo. Posso achar ridículo, mas um dia vou dar muita rizada dessas fotos e quero mostra-las a todos. Mostrar minha trajetória. Quero colecionar esses momentos e sorrir com eles.  
 

© Template Grátis por Cantinho do Blog. Quer um Exclusivo?Clique aqui e Encomende! - 2014. Todos os direitos reservados.Imagens Crédito: Valfré